Por Fernanda Sarate

O Papai Noel veste vermelho por causa da Coca-Cola, você sabia?

Embora histórias sobre o “bom velhinho” que distribuía presentes para crianças existam desde aproximadamente 300 anos a.C., a figura do Papai Noel foi difundida por uma empresa, através de uma campanha publicitária: a Coca-Cola.

Em 1931, a Coca-Cola encomendou ao artista Habdon Sundblom uma remodelagem do Papai Noel que o tornasse “mais humano” e que instituísse o padrão da vestimenta nas cores da marca. O objetivo inicial da empresa era aumentar as vendas do refrigerante no inverno, mas o sucesso da campanha foi tão grande que a Coca-Cola passou a adotar a figura do Papai Noel como um dos símbolos da marca, e o público a adotou como símbolo oficial do Natal.

Apesar de muitos acharem que a Coca-Cola “criou” o Papai Noel, a marca só padronizou sua imagem. Até 1931, o bom velhinho era caracterizado das mais diversas formas, e suas vestimentas nas mais diversas cores.

Com a campanha da Coca-Cola, foi criado um padrão universal – inclusive a inclusão do gorro vermelho com pompom branco é creditada à empresa.

Dependendo do olhar, o Marketing pode apenas servir a objetivos comerciais, mas pode, também, ser um agente atuante no âmbito cultural. Dependendo do ponto de vista, a publicidade ajudou a criar ou a descaracterizar o Natal.

Decorar o apartamento com Papai Noel, assim, pode ser uma rebelião contra a perda da aura do Natal ou uma reafirmação desta.

 

natal1

 

papai noel coca cola

 

Fonte: http://www.comunicacaoetendencias.com.br/