“Na dúvida entre certo e errado, vamos pensar
no que não gostaríamos que fizessem conosco“

Que fase confusa que estamos vivendo hein? lidar com política e economia é complicado, separar negócio, amizade, ideologia e trabalhar… Percebo hoje, que esse não é um cenário que lido bem, é pra gente grande e nunca dá pra agradar a todos e se tentamos agir assim com gregos e troianos, erramos, é fato. O país está dividido entre amarelo (ou azul) e vermelho cheio de razões e uma pequena parcela, como eu, tentando entender tudo que vem acontecendo…
Fico preocupada com essa guerra que vem se abrindo que por enquanto é política e que desejo e peço a Deus que não passe disso. Temos um país, bonito, tropical e de gente boa, mas que vem brigando entre casal, na família ou entre amigos por posicionamento político. Somos julgados por não estarmos posicionados, talvez por pouco conhecimento, talvez por fazer pouco sentido isso tudo. As pessoas não deviam estar discutindo, desenvolvimento, saúde, social e educação, em vez do poder em si?
Lamento a crise e o círculo vicioso da falta de dinheiro no mercado. Fico triste com as empresas quebrando e tantas demissões e acho complicado o desamor, desarmonia que vem se consolidando e separando as pessoas.
Quem é do mercado quer aquecimento nas vendas e circulação de dinheiro.
Quem é da politica, quer seu poder.
Quem é de gente, quer pessoas em paz e harmonia.
Quem é da fé quer acreditar em um mundo melhor.
Nesse ano eleitoral desejo que as lideranças públicas sejam escolhidas pelo valor ético e potencial de realizar coisas boas para o município, para a comunidade…
E que saibamos respeitar um ao outro independente de posição política e todos juntos lutando pelo bem comum, por um bom lugar em respeito de todos. E ao nosso Brasil, ainda acredito e desejo a paz, a ordem e o progresso.

Paz, bem e alegria!

– Por Monique Gardingo