Por Regina Lacerda

Sabe aquela pergunta: O que você quer ser quando crescer?

Pois é, chega o momento da escolha profissional. Uma decisão difícil que pode definir o futuro de seu jovem. Pai/ mãe/ avós,/tios todos preocupados!

Além disso, eles são bombardeados por informações sobre as melhores profissões para trabalhar e ainda sofrem com a pressão dos responsáveis- pai, mãe, avós, tios- e as influências de seus grupos de amizades.

Alguns desses responsáveis os incentivam até mesmo para que sigam a mesma profissão. Talvez, pai/ mãe/ avós,/tios, pensem em futuro próspero avaliando as profissões para seus jovens reconhecidas e valorizadas socialmente.

Mas é preciso certo cuidado, o jovem poderá assumir um desejo que não é seu e mais tarde se frustrar abandonando o curso superior ou sendo infeliz em sua profissão. Então vamos com cuidado!

Quando falamos em atingir metas, propósitos e materializar os nossos sonhos, o autoconhecimento é uma ferramenta essencial.

Primeira dica: Quem sou eu?

Esse exercício permitirá que jovem possa ver quem ele é neste momento e o que quer chegar a ser. Num exercício de reflexão e peça a ele que responda algumas questões.

O que você pensa? Quais suas crenças? Seus valores? Suas forças? Seus temores? Suas habilidades? Interesses e motivações.

Coloque as resposta escritas no papel, onde ele possa reler o que pensa dele mesmo.

Explore com seu jovem tudo o que o envolva como desenvolvimento humano e vocacional.

Lembre-se:

“A verdadeira profissão do homem é encontrar seu caminho para si mesmo” Hermann Hesse