“Salsicha e pão” – O Natal Alemão

Não é difícil adivinhar que povo vai comer salsicha com pão e salada de batata na noite de 24 de dezembro. Os alemães costumam fazer a refeição de Natal mais abastada (para não dizer gordinha) no almoço do dia 25. Nesse dia, sim, tem ganso, pato ou carpa como prato principal.

 

Outra diferença é o tradicional Adventskranz, uma guirlanda com quatro velas. A cada domingo que precede o Natal, uma vela é acesa durante um café da tarde com familiares e amigos. Em vez de panetone, o povo da Alemanha come o Christstollen, que é um bolo com frutas cristalizadas e marzipan. A assistente da diretoria do Goethe-Institut de São Paulo, Ilona Rechlin, conta que uma parte da população mais ao sul do país chama o Papai Noel de Christkindl que, pelo dialeto local, seria algo como “menino de Cristo”.

natal1

“Presentinho todos dias” – O Natal Dinamarquês

As crianças dinamarquesas ganham presentes todos os dias do mês de dezembro que precedem o Natal. É tradicional no país que os pais façam um calendário de pano com botinhas ou bolsinhos para cada dia. Nesses compartimentos são colocados doces, balas ou lembrancinhas pequenas. Assim, as crianças contam ansiosamente os dias até a chegada do Papai Noel.

 

Na noite de 24 para o dia 25, os familiares dançam e cantam ao redor do pinheirinho – comumente natural. Um dos pratos típicos da ceia é uma sobremesa que é como um arroz doce com creme de leite e baunilha. No prato, há várias amêndoas picadas e uma inteira.

 

Quem achar essa amêndoa sem mastigá-la ganha um presente, tradicionalmente um porquinho de marzipan. Outra diferença em relação ao Natal brasileiro é no amigo-secreto. A diretora do Instituto Cultural da Dinamarca, Maibrit Thomsen, conta que a brincadeira nas terras dinamarquesas funciona assim: você tira alguém no sorteio e passa dias secretamente deixando presentinhos para a pessoa; se ela descobrir quem é, você ganha um presente.

natal2

“Os apressadinhos” – O Natal Holandês

E se o Natal fosse em 5 de dezembro? Na Holanda, isso acontece. Uma festa como o Natal, cheia de presentes, é comemorada no dia de São Nicolau. Todo terceiro sábado de novembro, Sinterklaas chega da Espanha no porto de Rotterdam com seu ajudante Zwartepiet. As crianças recebem a dupla cantando e deixando cenouras dentro de meias nas portas de suas casas para o cavalo do “Papai Noel” holandês. As hortaliças são substituídas por chocolates no formato da inicial do nome da criança, e assim começam os festejos.

 

No dia 5 de dezembro, ocorre um grande jantar, e o Sinterklaas deixa, na porta das casas, os presentes. Nos dias 25 e 26, é comemorado o Natal mesmo – o nascimento de Jesus. A árvore é acesa pela primeira vez – com velas de verdade -, as famílias comem comidas típicas e contam histórias divertidas. E os presentes? Esses já foram entregues dia 5…

natal3

 

 

Fonte: http://www.terra.com.br/

Fotos:  Getty Images