O 25º Liquidaktá começou hoje, às 12h, na Chácara Dona Catarina, onde ocorreu a edição de junho. A programação vai até o sábado, sendo que de terça à sexta-feira o horário de funcionamento é de 10h às 21h, e sábado, de 9h às 12h.

Para conhecer as lojas participantes, CLIQUE AQUI.

O evento é organizado pela Associação Comercial de Cataguases – ACIC. No primeiro dia, Léllis Dutra, representante da Associação, esclarece as principais dúvidas dos lojistas que querem participar do evento.

 

O que motivou a segunda edição do Liquidaktá em 2015?

“Todo ano a organização do Liquidakta se programa para realizar duas edições do evento, devido à mudança de estação. Os lojistas vendem Verão no início do ano; Outono-Inverno no meio do ano; e agora, Primavera-Verão. Entre essas mudanças, pode haver um excedente de estoque que é colocado à venda no Liquida”.

 

Quem foi convidado a participar?

“Primeiramente, a Associação Comercial entrou em contato com as lojas que participaram da edição anterior. Em seguida, começamos a divulgar, e, com isso, outras empresas aderiram. É importante observar que o espaço na Chácara é limitado, cabem menos empresas, o que faz com que nós tenhamos a responsabilidade de selecionar quem participa”.

 

Qual o principal objetivo do evento?

“O objetivo do nosso Liquida é desaguar a mercadoria que está no estoque”.

 

Qualquer lojista pode participar?

“Não necessariamente. Nós costumamos conscientizar os empresários para que eles participem somente se houver excesso de mercadoria. Assim, não adianta comprar além do estoque para poder entrar no evento, porque esse não é o intuito; isso é ir contra a gestão. Se a mercadoria está parada no estoque nos a trazemos para cá para que haja giro de capital”.

 

São sempre as mesmas empresas que participam?

“Há empresas deixam de participar ou que participam com menos freqüência, porque elas realmente reduziram seus estoques”.

 

Você concorda que, ao participar do evento, o lojista ganha na divulgação de sua marca?

“Sim. Apesar de a divulgação não ser o objetivo principal, ela é, sim, uma consequência boa da participação”.

 

Por que na Chácara?

“A Associação entrou com requerimento para que essa edição acontecesse na praça Rui Barbosa, mas, devido à reforma recente, ficamos aqui na Chácara. Mas no ano que vem, tentaremos novamente voltar ao endereço antigo”.

20151109_125220

 

 

20151109_124737

 

 

20151109_124720

 

 

20151109_124638

 

 

20151109_124626

 

 

20151109_124549

 

 

20151109_124416

 

 

20151109_124507

 

 

20151109_124515

 

 

20151109_124530

 

 

20151109_124354

 

 

20151109_124314

 

 

20151109_124248

 

 

20151109_124213