Dr. Ivonaldo Aristeu Gardingo

Farmacêutico – bioquímico /habilitação análises clínicas;
Especialista em análises clínicas , citologia clínica e gestão de qualidade;
Proprietário e diretor técnico laboratório análises
Presidente SBAC – sociedade brasileira de analises clinicas MG;
Coordenador da câmara assessora de análises clínicas do CRFMG.

 

Que fatores influenciam no resultado dos exames?

Apesar dos notáveis avanços na tecnologia e automação dos laboratórios, os resultados dos testes ainda sofrem a influência de fatores pré analíticos, que podem causar variação nos resultados. Estas variações tornam-se significativamente relevantes quando os valores estão situados próximas ou em zonas de decisão clínica. Vários fatores tem influência no resultado do exame laboratorial como: jejum, uso de medicamentos , dieta de certos alimentos, exercícios físicos, fatores ligados a idade e sexo , doença pregressa e outros.

 

 

O jejum, para a maioria dos exames, é uma medida de segurança. Cite alguns dos principais exames que não requerem jejum.

O jejum é essencial para maioria dos exames laboratoriais, como por exemplo, dosagem na glicemia de jejum, colestrol e frações e várias outros testes laboratoriais. Mas temos testes em que não há a necessidade do mesmo, como por exemplo, hemograma, que é um exame que verifica hemoglobina, hemácias, leucócitos e plaquetas. Já temos outros testes que não exigem jejum, e sim, uma dieta de certos alimentos, pois os mesmos interfeririam no resultado, dando, às vezes, um falso positivo, como exemplo, pesquisa de sangue oculto nas fezes.

 

 

De acordo com o tipo de exame, qual a variação do tempo de jejum?

Na rotina é preconizado um jejum de 8h para glicemia e de 12 a 14 horas para colesterol triglicérides, podendo ocorrer variações de acordo com a literatura. Quando for realizar seus exames, o correto é ir ao laboratório, onde você receberá as informações necessárias por escrito e de forma explicativa para cada exame.

 

 

No que implica a não realização do jejum?

Pode ter um resultado falso positivo, um resultado que não condiz com a clínica do paciente, por exemplo, você teria um resultado de glicose de 70mg/dl se estivesse de jejum; se não fizer o jejum poderia ter um resultado de 100mg/dl ou mais, modificando a conduta clínica perante o tratamento, seja por dieta ou medicamento, ou também outros exemplos como colesterol e triglicérides.

 

 

Como deve se proceder em situações de emergência, nas quais o paciente necessita realizar um exame urgente, que não está em jejum?

Quando se trata de urgência e/ou emergência o exame deve ser realizado, pois não teria como objetivo uma rotina para averiguação de parâmetros, e sim necessidade de resultados para tratamento imediato seja medicamento ou cirúrgico.

 

 

Qual o melhor período para se coletar o material?

Depende do exame que irá realizar, temos exames que têm que ser realizado pela manhã, pois seus picos ocorrem nesses horários, já outros que podem ser realizados a qualquer hora, respeitando as variações biológicas e pré-analíticas. Por exemplo, um exame de urina rotina, aconselha-se coletar a primeira urina da manhã, pois é o horário onde a urina encontra-se mais concentrada, podendo ter algumas variações no caso de recém nascidos ou mesmo adulto, o melhor é sempre ir ao laboratório antes, e pegar todas as instruções necessárias para evitar transtornos.

 

 

Existe alguma peculiaridade em relação ao tempo de jejum para determinados pacientes, como diabéticos, por exemplo?

Essa relação ao diabético pode variar no tipo de exame que foi solicitado, no caso do diabético pode ser glicemia de jejum, glicemia pós prandial, 2 h após o almoço, ou mesmo, glicemia aleatória – feita a qualquer momento para fins de tratamento imediato.

 

 

Qual a entidade responsável pela padronização do tempo de jejum para exames?
Temos algumas sociedades científicas nacionais, algumas diretrizes de diabetes, aterosclerose e as responsáveis pela parte laboratorial seria SBPC e SBAC – Sociedade Brasileira de Análises Clínicas.

 

 

Além das informações passadas pelo laboratório, que fontes são confiáveis para o paciente que queira saber sobre o tempo de jejum necessário para determinado exame?
Pode ser no local onde você consultou, pelo solicitante, ou da unidade de saúde, e o mais importante: o laboratório onde irá realizar seus exames, pois lá terá por escrito as informações necessárias pra realização dos seus testes, quanto a sites; o da SBAC é mais indicado para obter informações.