Édina Peixoto
Terapeuta Holístico, Psicoterapia Holístico e Recomendação Nutraceutica pelo IET Fortaleza -CE, Arteterapeuta Holístico. Professora, Palestrante, Preletora Presidente da União das Associações da Prosperidade da Regional MG Juiz de Fora.

Contatos: e-mail: edinathomaz@yahoo.com.br

Celular: (31) 9196-6112

 

As empresas há algum tempo, entenderam a importância do capital humano e cada dia mais tem discutido sobre espiritualidade no ambiente de trabalho. Peço que comente essa observação. 

Muitos gestores ao deparar com o surgimento do assunto espiritualidade na esfera organizacional demonstram-se equivocados ao acreditarem que esse tema esteja relacionado as praticas religiosas e evitam, temendo conflitos no ambiente de trabalho. Entretanto a prática da espiritualidade no meio empresarial tem como objetivo estimular a harmonia nas relações humanas.

Como os gestores podem promover um ambiente aplicando a harmonia e com foco no mercado, considerando que vivemos em um mundo capitalista. Como fazer dessa uma situação real?

Quando as empresas aceitarem e vivenciarem a experiência do desenvolvimento através da espiritualidade os gestores verão que a harmonia é o fator gerador de resultados positivos. A harmonia transforma o estado mental do ser humano, proporcionando bem estar, saúde e prosperidade, e o esforço em sucesso. Tomar a decisão de fazer uma mudança na postura mental e trazer para o ambiente de trabalho um novo modo de vida.

Como uma empresa pode trabalhar a espiritualidade de modo a fazer dessa uma situação harmoniosa e interessada por todos os lados e não ser uma situação forçada?

Espiritualidade é reeducar no sentido de saber conviver com a adversidade generalizada abrangendo tanto o ponto de vista das ideias até as emoções. Somente com a maturidade espiritual é possível exercer com sensibilidade o cargo que ocupa, sem fazer dele a razão do egocentrismo. Os conflitos causados nas empresas e a perda de talentos têm origem na busca desenfreada pela razão. A espiritualidade no ambiente de trabalho consiste em aprimorar o caráter e manifestar um comportamento mais ponderado, respeitando limites.

Como criar e manter união e participação dos colaboradores em prol do crescimento.

Embora na atualidade a palavra trabalho tenha o sentido genérico de “aplicação das forças e faculdades, talentos humanos para alcançar um determinado fim”, ainda se arrasta resquícios na mente coletiva de sacrifício. Uma mudança na visão se faz necessária. O trabalho dignifica o ser humano e traz o progresso da Nação, portanto, deve significar alegria e prosperidade.

Mantendo a consciência de que eu e o outro somos um só perante a Vida que criou o Universo, e que a expansão do empreendimento beneficiará ao todo, é a forma de criar e manter a coesão. Tudo é reflexo da mente. O gestor que tem postura mental que visa o sucesso com a finalidade de oferecer um produto de melhor qualidade ao seu cliente e um ambiente de trabalho saudável e respeito em relação aos colaboradores favorecendo-lhes o desenvolvimento pessoal, esta vibração mental de benevolência contribui com o ambiente de trabalho, atinge os colaboradores que naturalmente passarão a proceder de acordo com a atitude mental emanada pelo gestor, desenvolvendo seu potencial com profundo sentimento de gratidão  à sua função e desejo de retribuição.

Disciplina, dedicação e esforço são princípios que devem estar presentes na Gestão empresarial e na evolução espiritual. Poderia propor uma forma para nós empresários fazermos um link entre esses processos para praticá-los de forma responsável, envolvendo os colaboradores e planejando o dia-a-dia em prol de resultados?

Adotar o hábito da prática de meditar corretamente, mantendo a mente ligada à Grande Vida Universal é que proporciona ao ser humano o crescimento espiritual. Conscientizando profundamente de que não é apenas um corpo carnal, mas um ser espiritual passa sentir a Grande Vida como um todo em seu ser. Ao praticar assiduamente a meditação, a Verdade Homem-Filho da Grande Vida passará do conhecimento intelectual para a percepção espiritual e ao alcançar maior progresso, assimilando essa Verdade com todo o seu ser, o empreendimento será gerido com a Verdadeira Sabedoria. Conscientizando de que a Grande Vida é a própria Vida que habita e rege o ser humano, a existência começa a mudar e tudo flui naturalmente. Deve ter a certeza de que o ser humano já possui tudo o que lhe é necessário. O que existe no mundo da Existência Verdadeira manifesta-se no mundo fenomênico de acordo com a crença e a necessidade de cada um. Criar ondas mentais que fazem emergir neste mundo aquilo que deseja, desde que seja útil à evolução espiritual e benéfico ao próximo, infalivelmente concretiza. 

Se pudesse dar uma dica para um processo correto da gestão nos tempos atuais, quais seriam?

A condição para atingir a prosperidade é ter colaboradores que trabalham com toda dedicação e a consciência de que a prosperidade ou o declínio da organização constitui a própria prosperidade ou declínio.

O comportamento dos colaboradores é projeção da mente do gestor. Para que o gestor de um empreendimento seja bem sucedido, é preciso que tenha um caráter benevolente, generoso e tolerante com os colaboradores e faça todos sentirem que ele está sempre pensando na felicidade deles. Um gestor deve observar sempre a sua fisionomia e mantê-la alegre e entusiasta como um vencedor, elogiar e agradecer sempre os colaboradores.

O estado mental de um gestor reflete imediatamente no estado mental do colaborador e retorna para si. Por isso, deve sempre desejar a prosperidade do colaborador, assim, ele receberá as vibrações de prosperidade, se torna alegre e deseja prosperar, trabalhando com mente alegre devolve à empresa todas as vibrações positivas que recebe em forma de labor, formando assim um ciclo vicioso de prosperidade.