Um número elevado de crianças tem sido diagnosticado com dificuldades, de vários níveis, no processo de aprendizagem. Esta situação não se restringe à realidade brasileira, e representa um desafio para educadores de todo o mundo.

 

 
Os problemas relativos à aprendizagem manifestam-se, fundamentalmente, em situações mais formais de ensino, principalmente na área de língua escrita e do cálculo, e pode levar até mesmo ao completo fracasso escolar.
De forma generalizada, têm-se aplicado o termo “transtorno” de modo indiscriminado, para uma variedade de casos, sempre com a conotação de que o problema está centrado em quem aprende, enquanto, muitas vezes, ele pode ser de ordem pedagógica/metodológica.

 

 
E foi, também, por esse motivo, que parte de nossa equipe de docentes esteve no Seminário Internacional de Educação, nos dia 7, 8 e 9 de maio, na cidade de Juiz de Fora, para melhor compreensão de nossos educadores sobre este universo. Cada vez mais nos certificamos de que nossa instituição de ensino está no caminho certo para a identificação dos possíveis problemas de aprendizagem, modificando e ajustando nosso fazer pedagógico, levando em consideração as características e necessidades reais dos nossos alunos, com a ajuda da neuro ciência para educar melhor.

 

 

 

unnamed (1) unnamed (2) unnamed (3) unnamed