CONCENTRAÇÃO, TERCEIRA DICA: Por Regina Lacerda

Sua criança precisa ler e fazer a lição de casa e não consegue atenção, tudo ao seu redor lhe distrai! Na sala de aula professor está explicando a matéria, ou a criança fazendo a atividade e tudo lhe distrai qualquer barulho, ou pessoas que passam por ali! Ou fica de papo na rede social ao mesmo tempo em que precisa desempenhar as tarefas e não seleciona a atenção para uma só tarefa mais importante no momento!

E você, também já tentou fazer uma tarefa e não conseguiu se concentrar! E aquele dia que pegou de conversa com o amigo e se distraiu da tarefa! Ou ficou de papo na rede social e se esqueceu de suas tarefas! Todas essas situações são familiares para você?  Falta de concentração.

Concentração: “Capacidade de o indivíduo focar sua mente em um elemento, em um objeto ou em uma realidade desejada.” Sua ausência está relacionada na atenção momentânea ou espontânea: relacionado o nosso instinto e aos nossos sentimentos. Você está andando na rua um carro buzina ao seu lado, quase que fatalmente seu olhar se voltará para ele. Quem tem essa atenção mais aguçada tende a sentir mais prejuízo em sua concentração. Perde a seletividade e ficará atento a qualquer barulhinho que acontece a sua volta. E com menos rendimentos nas tarefas.

Por isso conhecer formas de melhorar o foco aprimorar a concentração é essencial para o dia a dia, ainda mais quando se tem um objetivo em mente para realizar seus sonhos.

É possível estimular as crianças a terem mais atenção e foco?

O cérebro de uma criança é uma esponja, apresenta um número muito superior de sinapses comparado ao do adulto. Seu circuito de recompensa e sua habilidade de tomada de decisão ainda estão em desenvolvimento.  A criança busca gratificações e recompensas, na maioria das vezes em curto prazo.

Para uma criança aprender ela precisa ter interesse e prazer e ai cabe ao adulto descobrir como estimular a atenção e o foco dos pequenos. Além do ambiente harmonioso e tranquilo é preciso que ela saiba as atividades que terá que realizar durante o dia e o tempo de duração.

É interessante ainda que a criança se divirta com brinquedos que estimule seu raciocínio. Terceira dica: Dê a sua criança brinquedos que estimule seu raciocínio!  Xadrez, jogos de 7 erros, jogos da diferença, dominó, jogo da velha e alguns jogos de vídeo-game cujo  objeto é sempre a descoberta de algo, como um método para mudar de fase, para não perder o jogo etc. Brincadeiras que estimulam o cérebro de  maneira divertida e desafiadora.

É preciso que a família estimule as habilidades da criança aproveitando assim sua capacidade de aprendizado de forma lúdica, mas é preciso também estimular os estudos, cobrar comprometimentos e ensinar a resiliência e o estímulo à superação.

Valorize e estimule a criatividade, a iniciativa, a proatividade, o planejamento e a ação.